Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Catarina Martins responde a Passos que BE quer rever legislação laboral

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/09/2017 Administrator

A coordenadora do BE, Catarina Martins, respondeu hoje ao líder do PSD que os bloquistas querem rever a legislação laboral, assumindo os compromissos eleitorais de precariedade zero nas autarquias e trabalho justo nas empresas contratadas pelo poder local.

"Pedro Passos Coelho dizia que não há dia nenhum em que o BE não queira reverter a legislação laboral. Pois tem toda a razão e se era uma acusação ao Bloco, culpados somos. Sim, queremos rever a legislação laboral", afirmou hoje à noite Catarina Martins num jantar da pré-campanha autárquica em Tomar, distrito de Santarém.

Em Viseu, no sábado, o líder do PSD disse que "não há dia em que o PCP e o BE não queiram reverter a legislação laboral, um dos elementos críticos".

Mas além de querer "reverter as medidas da 'troika' na legislação laboral para combater a precariedade", a líder do BE assumiu ainda hoje dois compromissos autárquicos.

"O compromisso do BE em cada freguesia e em cada concelho é precariedade zero. Cada autarquia pode fazer a sua parte", explicou.

O partido quer ainda "o compromisso de trabalho justo em todas as empresas com que as autarquias façam contratualizações".

"Uma autarquia não deve poder fazer contratualizações com quem não respeita os direitos de quem trabalha, com quem tem abuso e precariedade", concretizou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon