Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"CD deve abrir inquérito ao presidente da Liga por ter recebido presidente castigado"

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/04/2017 Alcides Freire

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, criticou Pedro Proença por ter recebido Bruno de Carvalho, numa altura em que o líder do Sporting se encontrava castigado

Carlos Pereira criticou Pedro Proença por ter recebido Bruno de Carvalho numa altura em que o presdiente do Sporting se encontra castigado, realçando que o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol deve abrir um processo de inquérito ao líder da Liga Portuguesa de Futebol.

"É uma falta de solidariedade para com a disciplina desportiva, mas sobretudo, uma falta de respeito pela regulamentação desportiva aprovada pelos clubes. Para ver o desnorte e a falta de ligação na própria Liga, esta recebeu um presidente castigado, em reunião formal, para falar sobre arbitragem. Por isso, vou questionar se o Conselho de Disciplina, Conselho de Justiça ou Comissão de Inquéritos vão abrir um inquérito ao presidente da Liga, sobre aquilo que diz e aquilo que faz. Concretamente, acho que o Conselho de Disciplina deve abrir um inquérito ao presidente da Liga por ter recebido formalmente um presidente castigado [Bruno de Carvalho]", atirou Carlos Pereira.

© Fornecido por O jogo

O presidente do Marítimo reagiu ainda às declarações de Pedro Proença ao Diário de Notícias da Madeira, onde o atual líder da Liga criticou a gestão de Mário Figueiredo e questionou as relações do antigo presidente da Liga com Carlos Pereira.

"É lamentável que esse senhor venha fazer insinuações familiares, quando se sabem que não existem. Se formos a falar de contas, ele sabe muito bem que o Marítimo informou os clubes, a Liga e a Federação sobre os custos acrescidos que a Liga da atualidade tem feito em relação aos custos fixos, na ordem de um milhão de euros. Se for para falar em viagens, sabe muito bem esse senhor que já foi aos Estados Unidos ou China. Está farto de viajar, usando os valores das nossas multas para exercer uma feira de vaidades. Nem lhe reconheço autoridade moral, nem para criticar o que quer que seja, sabendo que aqui não existem salários chorudos, mas muito trabalho para fazer formação, promover a imagem da região e da instituição, fazendo estádios e não hipotecando a nossa credibilidade", acrescentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon