Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Centro do furacão Ophelia a 240 quilómetros da ilha de Santa Maria, Açores -- IPMA

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/10/2017 Administrator

O centro do furacão Ophelia estava às 15:00 locais (mais uma hora em Lisboa) a 240 quilómetros a sul da ilha de Santa Maria, Açores, informou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em comunicado, a delegação regional dos Açores do IPMA adianta que o ciclone, designação meteorológica que engloba tempestades tropicais e furacões de categorias 1 a 5, "está classificado como furacão de categoria 3 com vento médio de 185 quilómetros horários e rajadas de 220 quilómetros horários na sua zona mais ativa".

"Até ás 13:00, e devido à interação entre a superfície frontal e o furacão Ophelia" registou-se na ilha do Pico, grupo central do arquipélago, 52 milímetros de precipitação acumulados em seis horas.

O IPMA adianta que se prevê que nas próximas horas o estado do tempo, em particular no grupo oriental, ilhas de Santa Maria e de São Miguel, continue a ser condicionado pela interação da superfície frontal fria com o furacão.

Estas duas ilhas estão sob aviso vermelho para precipitação forte até às 24:00 de hoje, passando depois a amarelo até às 06:00 de domingo. Mantêm-se, ainda, sob aviso laranja para vento (até às 06:00 de domingo) e amarelo para agitação marítima no mesmo período.

De acordo com o IPMA, prevê-se vento médio superior a 65 quilómetros horários e rajadas de vento que poderão ultrapassar os 100 quilómetros horários, em especial na ilha de Santa Maria.

O aviso laranja para vento passa a amarelo às 06:00 de domingo, continuando até às 12:00.

No grupo central, ilhas do Faial, Pico, Graciosa, Terceira e São Jorge, está agora em vigor um aviso amarelo até às 24:00 de precipitação pontualmente forte.

O aviso vermelho é o mais grave de uma escala de quatro e representa uma situação meteorológica de risco extremo. O aviso laranja é o segundo da escala e indica situação meteorológica de risco moderado a elevado. O aviso amarelo é o terceiro da escala e revela uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Entretanto, o Governo dos Açores interditou na ilha de Santa Maria a circulação rodoviária na estrada de acesso ao porto de Vila do Porto, estradas circundantes ao cinema do aeroporto, a marginal da praia Formosa e caminho velho, junto ao castelo.

A decisão deve-se ao agravamento do estado do tempo decorrente da aproximação do furacão Ophelia.

O executivo açoriano mantém, também, condicionada a circulação rodoviária noutros troços de Santa Maria e, também, em São Miguel.

Em São Miguel está condicionado o troço regional entre a entrada nascente e a entrada poente das Feteiras, no concelho de Ponta Delgada, sendo a alternativa a estrada municipal, refere o Governo Regional em comunicado.

As vias de acesso à Lagoa do Fogo/Caldeiras (Ribeira Grande e Lagoa) e Tronqueira (Povoação e Nordeste) estão também condicionados.

Acrescem os troços regionais entre a Achadinha e a Achada, entre a Feteira Grande e a Algarvia, e entre a Pedreira e Água Retorta, no concelho do Nordeste.

Nestes casos as alternativas passam pela SCUT ou por estrada municipal.

Em Santa Maria, estão condicionados os acessos à Maia e São Lourenço.

"A interdição e condicionamento na circulação será levantada assim que as condições climatéricas o permitirem", adianta uma nota de imprensa do executivo açoriano.

Também a Câmara de Ponta Delgada determinou o encerramento dos dois troços da avenida do Mar.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon