Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

China quer fazer esforços para abordar diferenças com a Coreia do Sul

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/08/2017 Administrator

O Presidente chinês, Xi Jinping, disse hoje estar disposto a fazer "esforços conjuntos" com o homólogo sul-coreano, Moon Jae-in, para "abordar adequadamente as divergências entre os dois países".

A agência noticiosa oficial Xinhua informou que Xi enviou uma mensagem a Moon, por altura do 25.º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países.

Na mensagem, Xi destacou que as relações entre a China e a Coreia do Sul têm "grande importância", pelo que está disposto a unir esforços com Moon para "consolidar a confiança política mútua, abordar adequadamente as diferenças e promover um desenvolvimento estável e saudável das relações bilaterais".

As relações entre Seul e Pequim têm-se deteriorado, desde que a Coreia do Sul concordou com a instalação do Sistema antimísseis norte-americano THAAD no seu território, numa resposta à ameaça que representa o programa nuclear e de armamento norte-coreano.

O sistema foi concebido para intercetar projéteis lançados pela Coreia do Norte, mas Pequim considera que o sistema representa uma ameaça direta à segurança chinesa.

O receio do Governo chinês está relacionado com o potente radar norte-americano do THAAD, que pode conseguir localizar os mísseis chineses, conferindo uma vantagem significativa aos Estados Unidos num hipotético conflito no Pacífico.

A tensão levou a China a boicotar produtos sul-coreanos, sobretudo os supermercados Lotte, dona dos terrenos onde o THAAD foi construído.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon