Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Chuvas diluvianas caem na ilha de Kyush, no Japão, com socorristas a evacuar pessoas

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/07/2017 Administrator

Chuvas diluvianas históricas abateram-se hoje de manhã sobre a ilha de Kyush, no sudoeste do Japão, onde as equipas de socorros se esforçam por evacuar e procurar desaparecidos, enquanto a Agência Nacional de Metereóloga nipónica lançou "alertas excecionais".

Cerca de 7.500 soldados, bombeiros e polícias foram deslocados para o local e 40 helicópteros e outros equipamentos estão prontos a partir, explicou numa conferência de imprensa Yoshihide Suga, porta-voz do governo japonês.

"Nós vamos fazer tudo o que podemos para salvar a vida das pessoas. É a prioridade", esclareceu.

A chuva diluviana está a cair há vários dias e a previsão meteorológica é que o tempo piore hoje e na sexta-feira.

O porta-voz governamental Yoshihide Suga informou também que uma criança foi levada pelas águas e que desapareceu, embora não tenha avançado com mais números.

"Os deslizamentos súbitos de terras vão agravar-se com o aumento das chuvas diluvianas", disse.

Hoje de manhã, as autoridades alertaram, em particular, para a "chuva terrível" que está a cair nas províncias de Fukuoka e Oita, onde à zonas em que a pluviosidade atingiu os 540 milímetros em 24 horas, uma vez e meia o que normalmente chove no mês de julho nessas regiões.

Agora, no Japão, é a estação das chuvas, mas estas, geralmente, não são tão fortes.

As cadeias de televisão mostram ribeiras a saírem dos leitos em fúria, levando aldeias e campos transformados em lagos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon