Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Chuveirinho" é plano ineficaz no FC Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/03/2017 Alcides Freire
© JOSE COELHO

Dragões queimam etapas com a pressa de emendar um mau resultado, mas só por duas vezes evitaram a perda de pontos

A pressa revela-se inimiga da perfeição para o FC Porto que, na ânsia de emendar um resultado que não lhe convém, tem recorrido a uma estratégia que, esta temporada, poucos efeitos práticos tem produzido. Os dois jogos com o V. Setúbal são um bom exemplo da ineficácia do chamado "chuveirinho", uma vez que, em 76 bolas metidas na área sadina pelos portistas, só uma acabou no interior da baliza de Bruno Varela. E esta (domingo, por Corona) ainda numa fase prematura do encontro. Depois de João Carvalho ter marcado o golo do empate, a equipa de Nuno Espírito Santo ainda colocou 22 bolas na área através de cruzamentos, livres laterais ou cantos, mas nem uma surtiu efeito. Nem com a entrada do "gigante" Depoitre para os últimos minutos.

As receções ao Estoril (segunda jornada) e ao Chaves (14.ª jornada) foram os únicos encontros em que o FC Porto evitou a perda de pontos com esta estratégia. No primeiro, foi André Silva quem desviou para o fundo da baliza um cruzamento tirado da esquerda por Miguel Layún (1-0): no segundo, foi Alex Telles que, a partir do flanco canhoto, centrou para Depoitre bater de cabeça António Filipe (1-1), iniciando a reviravolta que Danilo viria a consumar mais tarde com um míssil de fora da área. Com o Braga, por exemplo, os azuis e brancos "despejaram" 40 bolas para a área na tentativa de desfazer o empate e o golo da vitória, da autoria de Rui Pedro, acabaria por surgir na sequência de uma recuperação de bola de Diogo Jota e uma desmarcação do jovem de Castelo de Paiva pela zona central. Foi a cabeça a prevalecer sobre o coração...

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon