Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

CIM de Coimbra apoia candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura 2027

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/07/2017 Administrator

A Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) aprovou hoje, por unanimidade, o apoio e "participação ativa" na candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura em 2027.

A votação "surgiu no seguimento de um convite do presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, para que os municípios que integram a CIM-RC se associassem e participassem ativamente nesta candidatura", refere a autarquia, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Segundo a mesma nota, no documento enviado aos municípios que integram esta comunidade intermunicipal, Manuel Machado referiu que a candidatura "deverá ter uma dimensão supramunicipal", uma vez que "um projeto alargado e sustentado desta natureza beneficiará toda a região, ao mesmo tempo que, do ponto de vista externo, sairá valorizado pela ampliação da sua escala e pela junção dos inúmeros atrativos dos municípios vizinhos".

No domingo passado, o presidente da Câmara de Coimbra (PS) anunciou que o município quer ser Capital Europeia da Cultura em 2027, numa cerimónia que contava com a presença do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.

Na altura, Manuel Machado sublinhou que esta "é uma candidatura agregadora, aberta e que quer aproveitar todo o património da região".

No evento, Castro Mendes afirmou que "Coimbra é uma cidade da cultura, com a primeira universidade, com as cortes, com os reis".

"A candidatura de Coimbra faz todo o sentido. É um eixo e um paradigma da nossa cultura", elogiou o governante.

Apesar dos elogios a Coimbra, Castro Mendes lembrou a existência de outras candidaturas e, por isso, garantiu que não há qualquer predeterminação na escolha.

Mas "não é preciso refletir muito para ver a força extraordinária que tem a cidade de Coimbra" e a importância que teria para Portugal essa consagração em 2027, considerou o membro do executivo socialista.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon