Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Cinco curiosidades em torno da apresentação de Sérgio Conceição

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/06/2017 Hugo Monteiro

Sérgio Conceição foi apresentado quinta-feira como novo treinador do FC Porto.

Rui Barros regressa à observação

© Ivan del Val/Global Imagens

Rui Barros deixa de fazer parte da equipa técnica do FC Porto, funções que vinha desempenhando desde a chegada de Julen Lopetegui, em 2014/15. Depois de ter estado recentemente no México, na apresentação do torneio que o FC Porto vai disputar em julho, Rui Barros vai manter-se no clube, retomando funções que já desempenhou no departamento de observação e prospeção.

Equipa técnica com cinco elementos

Eduardo Oliveira, docente do departamento de Fisiologia do Exercício da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto e ex-responsável pelo Gabinete de Otimização Desportiva do Braga, Diamantino Figueiredo, treinador de guarda-redes, Vítor Bruno, preparador físico, e Dembélé são os elementos que compõem a equipa técnica liderada por Sérgio Conceição.

Administração em peso na apresentação

Pinto da Costa foi um dos protagonistas da apresentação de Sérgio Conceição, mas contou com a presença de todos os membros da administração na plateia. A cerimónia foi simples, realizada na galeria do Dragão com a fotografia do golo de Juary, de Viena"87, como pano de fundo.

Sérgio emocionou-se ao lembrar os pais

Durante a apresentação, o novo treinador do FC Porto não escondeu a emoção ao recordar a história que o conduziu ainda jovem à formação do clube. "Um dia, depois de assinar contrato com o FC Porto, perdi o meu pai, foi muito difícil", lembrou. "Mas em maio, estejam onde estiverem os meus pais, vão ficar ainda mais felizes", acrescentou.

Adeptos do Nantes não perdoam traição

A carta de despedida de Sérgio Conceição não amaciou a forma como deixou o Nantes e o jornal "Presse-Océan" ainda ontem fazia eco de uma sondagem em que 69 por cento dos adeptos não perdoam o treinador pela saída.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon