Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Cinquenta estudantes vão conhecer indústria da região de Leiria

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/07/2017 Administrator

Cerca de 50 jovens estudantes dos ensinos secundário e profissional de todo o país participam entre o dia 10 e o dia 15 de julho, numa iniciativa que dá a conhecer a realidade empresarial da região de Leiria.

A quarta edição do evento, denominado "Leiria In", hoje apresentada em Leiria, tem como objetivo dar a conhecer a região, a formação do Instituto Politécnico de Leiria e o mercado de trabalho disponível no distrito.

O projeto, que inclui um conjunto de atividades em torno da indústria e das suas potencialidades, abrange visitas a 22 empresas e indústrias dos concelhos de Leiria, Marinha Grande, Alcobaça e Caldas da Rainha, mas também experiências culturais.

"Esta iniciativa utiliza o património, que é um bem de todos, e o conhecimento, a ciência e a cultura que tentam trazer mais jovens ao ensino superior e para as áreas da tecnologia e das ciências", adiantou o vice-presidente do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), que organiza a semana da indústria em parceria com a Fórum Estudante, as Câmaras de Leiria e da Marinha Grande, a NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria e a CEFAMOL - Associação Nacional da Indústria de Moldes.

Rui Pedrosa lembrou que nas quatro edições desta iniciativa, 200 jovens já passaram pela região de Leiria, tornando-se os "seus embaixadores".

A vereadora da Educação da Câmara de Leiria, Anabela Graça, entendeu que "esta semana reforça a importância da indústria não só a nível regional como nacional", sendo também "importante para os ajudar a escolher um rumo e a despertá-los para determinadas áreas".

A secretária-geral da Nerlei, Neusa Magalhões, lembrou que "esta semana alerta os jovens para a qualidade do IPL, onde se podem qualificar e depois integrar o mercado de trabalho da região, que tem falta de mão-de-obra qualificada".

Rui Marques sublinhou a importância do "contacto muito próximo que os jovens devem ter com a sociedade, em particular com a economia e com as empresas" .

Os participantes, com idades entre os 15 e 18 anos, vêm de 27 concelhos e são os vencedores de um concurso de apresentações sobre o tema da indústria e produção, que decorreu nas escolas secundárias e profissionais de todo o país.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon