Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

CNE remete factos de alegada fraude eleitoral em Montalegre ao Ministério Público

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/10/2017 Administrator

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) decidiu hoje remeter ao Ministério Público (MP) "factos" de uma alegada fraude eleitoral nas eleições autárquicas de Montalegre, no distrito de Vila Real, disse hoje este órgão à agência Lusa.

"Remetemos os factos que tínhamos sobre a situação ao MP para que investigue e descubra se estamos perante ou não um crime eleitoral, porque é ao MP que compete esta investigação criminal", revelou.

A CNE explicou ainda não ter meios, nem competências para investigar as denúncias de uma alegada fraude eleitoral em Montalegre que surgiram na semana passada, na sequência de uma reportagem do programa de investigação da RTP "Sexta às 9".

O programa mostrou mais de mil emigrantes à chegada ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, na véspera das autárquicas, a 30 de setembro, onde à sua espera estavam autocarros fretados e coordenados por um presidente de junta de freguesia e recandidato nas listas do PS.

No dia seguinte, em dia de eleições, esses mesmos emigrantes foram captados a votarem na mesa de voto, garantindo a vitória ao mesmo presidente de junta.

Nas autárquicas, só este ano, surgiram mais 1.641 eleitores em Montalegre que garantiram aos socialistas quase o dobro dos votos alcançados nas últimas legislativas, denunciou o programa.

O PS ganhou as eleições autárquicas com 60,60% dos votos, encanto o PSD alcançou 30,75% e o PCP 2,72%, facto que repete há 28 anos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon