Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Colégio privado no Europarque abre no fim de setembro após investimento de 1ME

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/09/2017 Administrator

A instituição Escola Global está a construir no recinto do Europarque, em Santa Maria da Feira, um novo colégio privado que entrará em funcionamento no final de setembro, após um investimento que já ultrapassa um milhão de euros.

O novo estabelecimento de ensino tem uma área de implantação de 7.000 metros quadrados e o respetivo terreno foi adquirido à Associação Empresarial de Portugal por 200 mil euros, numa transação que teve o aval da Direção-Geral do Tesouro, para acautelar os interesses do Estado no centro de congressos confiado à gestão da Câmara de Santa Maria da Feira.

Nuno Moutinho, diretor-geral da Escola Global, garante que esse processo burocrático "até decorreu de forma incrivelmente fácil" e quer agora aplicar no novo colégio "o mesmo projeto educativo" que vem sendo desenvolvido nas duas outras escolas do grupo: o Externato Paraíso dos Pequeninos, que acolhe em Lourosa 300 crianças desde a creche até ao 4.º ano de escolaridade, e o Colégio das Terras de Santa Maria, que recebe em Argoncilhe 360 estudantes do 5.º ao 12.º ano.

"Nesta fase, o colégio novo ainda só vai ter ensino pré-escolar, mas o objetivo é arrancar com o 1.º ciclo em setembro de 2018 e depois avançar com o 2.º logo que possível", revela à Lusa.

A escola pode acolher, assim, até 100 crianças já este ano e tem depois capacidade para acomodar mais uma centena no arranque do 1.º ciclo, em 2018, no que Nuno Moutinho prevê gastar mais 500 mil euros além do milhão já investido até aqui.

Daí em diante, será a procura a determinar a injeção de capital necessária para implementar outros níveis de escolaridade no novo colégio e a ditar também a capacidade do edifício, que, nos seus moldes atuais, está a ser construído de forma a permitir sucessivas ampliações em altura.

Em todo o caso, o objetivo é "assegurar a presença da Escola Global na cidade da Feira, numa localização mais central que permita responder melhor ao interesse das populações de Ovar e São João da Madeira".

"Começa-nos a chegar muita gente desses concelhos e este novo edifício tem uma localização mais central para servir essa comunidade", diz Nuno Moutinho, acrescentando que "além disso, também beneficia de uma área verde de excelência, já que, além da envolvente geral do Europarque, tem 5.000 metros quadrados de relva e jardim, com árvores de fruto e uma quinta pedagógica".

Esse "contacto com a natureza" será particularmente benéfico, considerando que a Escola Global é uma "Microsoft Showcase School", isto é, uma escola que essa multinacional norte-americana classifica como exemplar, no que se refere a tecnologia educativa.

"Da creche até ao 12.º ano, todos os nossos alunos recebem um 'notebook' e trabalham com ele", realça Nuno Moutinho que destaca: "não inventámos a roda, mas, a este nível, aplicamos em todas as nossas escolas as melhores práticas já testadas no Reino Unido e nos países nórdicos", conclui.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon