Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Comandante iraquiano diz que 300 combatentes extremistas continuam em Mossul

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/07/2017 Administrator

Um comandante iraquiano disse hoje acreditar que 300 combatentes do Estado Islâmico continuam num pequeno território ainda controlado por aquele grupo radical na cidade velha de Mossul, noticiou a agência Associated Press (AP).

O tenente-general Sami al-Aridi, das forças especiais iraquianas, disse que os combatentes estão confinados a uma área de 500 metros quadrados.

Sami al-Aridi falou um dia depois de o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, ter felicitado as forças armadas pela "grande vitória" em Mossul, apesar da continuação dos confrontos.

O grupo extremista Estado Islâmico tomou o controlo da cidade de Mossul em poucos dias no verão de 2014.

Em outubro passado, as forças iraquianas apoiadas por uma coligação liderada pelos Estados Unidos lançaram uma operação de grande dimensão para retomar o controlo da cidade.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon