Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Comissão parlamentar de Agricultura e Mar "impressionada" com visita aos Açores

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/10/2017 Administrator

O presidente da Comissão de Agricultura e Mar da Assembleia da República, Joaquim Barreto, disse hoje estar "muito impressionado" com os investimentos que estão a ser desenvolvidos nos Açores, naquelas duas áreas de atividade.

O parlamentar socialista, que falava na Horta, no final de uma visita de cinco dias que os membros da Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar estão a realizar ao arquipélago, realçou a "curiosidade" e o "interesse" que alguns setores de atividade, ligados à agricultura, às florestas, à vinha e às pescas, suscitaram junto dos parlamentares nacionais.

"Estou muito impressionado e muito sensibilizado com todo o trabalho que estão a fazer, procurando potenciar aquilo que são as capacidades e potencialidades do território, a favor das pessoas que cá vivem e de outras que poderão para cá vir viver", destacou Joaquim Barreto.

No seu entender, os Açores revelaram mesmo estar "à frente" em algumas áreas, como por exemplo na área da formação marítima, com o investimento que está a ser desenvolvido pelo Governo dos Açores, na construção da Escola do Mar, que os membros da Comissão de Agricultura e Mar tiveram oportunidade de visitar.

"Esta escola representa um investimento educativo, formativo e cultural que se irá traduzir em resultados económicos no futuro", sublinhou Joaquim Barreto, recordando que este é um "bom exemplo" da aposta numa "área importantíssima para a economia do país e da região".

Na sua opinião, para além da importância de se manter as "artes artesanais" ligadas ao setor das pescas, é também fundamental que se alargue o "conhecimento" sobre o mar, potenciando as novas tecnologias, como a região está a tentar fazer com a Escola do Mar.

"Portugal e os Açores têm uma grande área marítima por explorar. Penso que podemos dar passos significativos na exploração dessa área marítima, mas para isso é preciso conhecimento, é preciso formação, e esta escola vai responder a essa necessidade", insistiu.

A Escola do Mar dos Açores, que será construída na ilha do Faial, representa um investimento de cerca de 4,5 milhões de euros e pretende garantir uma formação profissional de qualidade e certificada em várias áreas da economia do mar, a nível internacional.

A infraestrutura está a ser construída nos terrenos onde estava instalada a Estação Rádio Naval da Horta, entretanto encerrada, e será preparada para formar profissionais em áreas tradicionais, como as pescas e os transportes marítimos, mas também em áreas emergentes, como as atividades marítimo turísticas, o turismo de cruzeiros ou a aquacultura, além do mergulho profissional, da inspeção, da fiscalização e da segurança marítima.

Durante esta deslocação de cinco dias aos Açores, os deputados da Comissão de Agricultura e Mar da Assembleia da República visitaram cinco ilhas (São Miguel, Terceira, São Jorge, Pico e Faial) e reuniram com instituições e profissionais ligados aos setores agrícola, vitivinícola, conserveiro e de investigação científica.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon