Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Como Cristiano Ronaldo reagiu dentro de campo à polémica

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/06/2017 Ana Proença

Notícia também por causa do contencioso com o fisco espanhol, manteve-se a uns 30/40 metros da Imprensa

Afastado da zona (numa das laterais de um dos campos de treino do Rubin Kazan) onde operam os meios de comunicação social que acompanham os treinos da Seleção, Cristiano Ronaldo passou uma imagem de concentração e de aplicação no período em que ontem foi possível observar a preparação dos jogadores, isto quando a sua contenda com o fisco espanhol e eventuais consequências na relação com o Real Madrid são notícia e têm eco por todo o planeta, suscitando infinita curiosidade.

Mantendo-se estrategicamente a uma distância de uns bons 30/40 metros (ou mais, num ou noutro instante) da linha onde as objetivas das máquinas fotográficas, de filmar e até dos telemóveis estiveram (e estão) quase em permanência apontadas na sua direção, o capitão da equipa das Quinas deu a resposta que entendeu apropriada para o momento, reforçando aos olhos de todos os presentes a mensagem que o seu parceiro de ataque, André Silva, havia passado aos jornalistas na conferência de Imprensa que antecedeu o ensaio.

© Jorge Amaral/Global Imagens

"Sei que Cristiano Ronaldo está motivado. O que consigo ver é que, dedicado nos treinos e com o pensamento no jogo com o México, ele está a levar isto muito a sério. Além disso, incentiva-nos para conseguirmos ganhar este torneio", vincou o avançado recém-transferido do FC Porto para o Milan, a troco de 38 milhões de euros (mais dois por objetivos de desempenho).

No relvado, o camisola sete da equipa nacional validou as palavras de André Silva. Depois de trocar breves impressões com o selecionador Fernando Santos, esgotados que estavam os primeiros minutos de ativação física, Ronaldo, preservando a distância de segurança, treinou com a maior naturalidade do mundo.

Num dos exercícios, o penúltimo que a Imprensa pôde transmitir ou testemunhar para depois relatar, o goleador, fazendo transparecer a faceta competitiva, esforçou-se por ganhar os curtos sprints com Nani, alguns com Pepe também envolvido.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon