Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Compra de carros de luxo pelos governantes suscita protestos na Bósnia

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/09/2017 Administrator

Um grupo de jovens, exasperado pelo gosto dos ministros por viaturas luxuosas, protestou hoje nas ruas de Banja Luka, capital da parte sérvia da Bósnia, para reclamar mais moderação aos dirigentes do país, dos mais pobres da Europa.

"Estamos a reagir a um comportamento incrivelmente arrogante do poder, que não podemos continuar a tolerar", afirmou Stefan Blagic, politólogo de 26 anos e presidente da associação 'ReStart Srpska', à agência noticiosa AFP, em Banja Luka, no norte do país.

Depois da compra, ocorrida este ano, de várias viaturas de luxo pelos ministérios da Republika Srpska (RS), a entidade dos sérvios da Bósnia, algumas por mais de 60 mil euros, os membros da 'ReStart Srpska' lançaram recentemente uma petição que foi assinada por 6.500 pessoas.

No final de agosto, entregaram o documento ao governo da RS e solicitaram que limitasse a 50 mil marcos bósnios (25.500 euros) o preço das aquisições de viaturas para os ministros.

Estes jovens desfilaram hoje nas ruas de Banja Luka, acompanhados por várias centenas de pessoas, segundo a televisão ATV, para reclamar uma resposta do governo, que tem permanecido silencioso.

A iniciativa visa o poder na Republika Srpska, que compõe a Bósnia com a entidade croato-muçulmana, mas também o conjunto deste país balcânico de 33,5 milhões de habitantes, dotado de um sistema político caro e complexo, com 180 ministros em vários escalões do poder.

"Enquanto 40% dos habitantes do país têm fome, eles desperdiçam nos carros", observou Stefan Blagic.

Em reação recente à pretensão dos jovens, o Presidente da Republika Srpska, Milorad Dodik, declarou que um ministro "não se pode deslocar num carro de mão".

O desemprego afeta oficialmente mais de 40% da população.

As compras de viaturas oficiais de luxo escandalizam a comunicação social e a opinião pública, mas esta foi a primeira vez que um protesto deste tipo foi realizado.

Os três membros (sérvio, croata e bósnio) da presidência colegial do país utilizam viaturas topo de gama, cujo preço ronda os 100 mil euros, revelou em junho o sítio financeiro Capital.ba, citando fontes da Presidência.

Segundo Stefan Blagic, o chefe da autarquia de Bijeljina, no nordeste do país, Mico Micic, e o ministro dos Negócios Estrangeiros da Bósnia, Igor Crnadak, renunciaram à compra de uma nova viatura de luxo devido ao movimento de protesto.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon