Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Consórcio internacional sobre medicina personalizada reúne-se em Lisboa na próxima semana

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/10/2017 Administrator

O comité executivo do ICPerMed, um consórcio internacional para o desenvolvimento da medicina personalizada e do qual Portugal faz parte, reúne-se na terça e quarta-feira em Lisboa, o que acontece pela primeira vez.

O comité executivo reúne-se duas vezes por ano, tendo o anterior encontro sido em Copenhaga, no qual foi discutido o plano de ação criado pelo consórcio, que junta 35 instituições internacionais, representando ministérios da ciência e saúde mas também agências de financiamento, de investigação e de desenvolvimento.

A primeira conferência do ICPerMed vai ser em Berlim, no próximo mês.

Portugal é representado no consórcio pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Em comunicado as duas entidades explicam que a medicina personalizada é um modelo de prática médica que inclui dados sociodemográficos, ambientais e de estilos de vida do doente, além da informação clínica e de imagem médica e perfis genéticos. Consegue assim fazer uma estimativa da predisposição individual para uma doença e definir estratégias preventivas e terapêuticas para cada indivíduo.

E salientam também, o Instituto e a Fundação, que o plano de ação identifica as futuras necessidades de investigação em todas as áreas relevantes, sendo a primeira vez que um grupo abrangente de organizações de financiamento, de investigação e decisores políticos "identificam e publicam um plano para a investigação e o desenvolvimento necessários ao avanço da medicina personalizada".

O ICPerMed formou-se no ano passado, quando o plano de ação começou também a ser delineado, tendo sido publicado em março deste ano. Enumera 22 atividades de investigação e oito de suporte, a desenvolver nos próximos dois anos.

Citada no comunicado, Astrid Vicente, coordenadora do Departamento de Promoção da Saúde e Prevenção das Doenças Não Transmissíveis do Instituto Ricardo Jorge, diz que o ICPerMed "será uma alavanca fundamental para gerar conhecimento aplicável na implementação global da medicina personalizada a todo o espetro da saúde e da doença".

Segundo o presidente da FCT, Paulo Ferrão, também citado no comunicado, a Fundação pretende, no âmbito do Plano de Ação, "apoiar a investigação em harmonização de dados no contexto das necessidades da Medicina Personalizada; a investigação para o desenvolvimento de aplicações de telesaúde e telemedicina para a implementação da Medicina Personalizada; a investigação para ensaios clínicos; e a investigação para analisar, comparar e otimizar os sistemas de saúde nacionais e regionais à luz da implementação da Medicina Personalizada".

As duas instituições dizem que os grandes avanços na medicina personalizada têm sido essencialmente na oncologia e doenças raras. Também no diagnóstico de casos de hipercolesterolemia familiar, para identificar riscos cardiovasculares e definir estratégias de prevenção, e no programa nacional de diagnóstico precoce, vulgarmente conhecido como "teste do pezinho".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon