Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Coreia do Norte ameaça responder com "mar de fogo" aos Estados Unidos

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/08/2017 Administrator

A Coreia do Norte ameaçou hoje responder com "mar de fogo" a qualquer ação militar ou sanções dos Estados Unidos, no dia seguinta à adoção pela ONU de novas medidas de pressão contra Pyongyang.

"No dia que os Estados Unidos se atreverem a provocar a nossa nação com armas nucleares ou com sanções, o território norte-americano ficará submerso num inimaginável mar de fogo", advertiu o diário oficial norte-coreano Rodong Sinmun.

Em editorial, o jornal acusou os Estados Unidos e aliados de manterem uma política hostil contra o país asiático e de arriscarem a autodestruição, sublinhando a necessidade de a Coreia do Norte ter armas nucleares para a sua defesa.

"O empenho do grupo [do Presidente norte-americano Donald] de Trump de manter este atoleiro só terá como consequência motivar mais o nosso exército e dar mais razões à República Popular Democrática da Coreia [nome oficial do país] para ter armas nucleares", destacou o diário do Partido dos Trabalhadores.

"A capacidade de empreender uma potente guerra dissuassora é uma escolha estratégica de defesa do nosso povo, que já atravessou um conflito bélico horrendo", acrescentou.

As sanções adotadas no sábado pelo Conselho de Segurança da ONU aumentam a pressão sobre o regime de Kim Jong-un ao proibir aos Estados-membros da ONU a compra de várias exportações norte-coreanas, reduzindo até mil milhões de dólares (849 milhões de euros) por ano os rendimentos de Pyongyang.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon