Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Coreia do Norte: EUA vão vender armamento "altamente sofisticado" ao Japão e Coreia do Sul

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/09/2017 Administrator

O Presidente dos Estados Unidos anunciou hoje que vai autorizar a venda de "equipamentos militares altamente sofisticados" ao Japão e à Coreia do Sul, países vizinhos do regime norte-coreano, que tem intensificado os testes de armamento.

"Vou permitir ao Japão e à Coreia do Sul comprarem uma quantidade substancialmente maior de equipamentos militares altamente sofisticados aos Estados Unidos", escreveu Donald Trump na rede social Twitter.

De acordo com a lei norte-americana sobre a exportação de armas, o chefe de Estado deve informar o Congresso 30 dias antes de formalizar uma venda de armas que atinja ou ultrapasse o montante de 14 milhões de dólares (cerca de 11,7 milhões de euros).

No caso específico do Japão, existem exceções que podem agilizar a venda de armamento às autoridades de Tóquio.

Este anúncio de Trump ocorre depois de a Coreia do Norte ter realizado no domingo um novo (o sexto) ensaio nuclear, o mais potente até à data, com um dispositivo termonuclear - possivelmente uma bomba de hidrogénio -- que, segundo o regime de Pyongyang, pode ser instalado num míssil intercontinental.

A intensificação dos testes de armamento da Coreia do Norte, que na passada terça-feira disparou um míssil balístico que sobrevoou o Japão antes de cair no oceano Pacífico, suscitou a condenação da comunidade internacional e ameaça desencadear uma corrida ao armamento naquela região.

O exército sul-coreano realizou hoje, pelo segundo dia consecutivo, exercícios militares com fogo real e está a planear mais manobras conjuntas com os Estados Unidos durante esta semana, o que poderá incluir o destacamento de porta-aviões nucleares em águas próximas da península coreana.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon