Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Coreia do Norte: Pyongyang diz que 4,7 milhões de pessoas pediram para se alistar no exército

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/09/2017 Administrator

Cerca de 4,7 milhões de norte-coreanos pediram para se alistar ou realistar no exército na última semana, noticiou hoje o jornal da Coreia do Norte Rodong.

Este é o número de "trabalhadores e estudantes", em que se incluem 1,22 milhões de mulheres, que nos últimos seis dias pediram para integrar as fileiras do Exército Popular da Coreia, na sequência das crítica do líder Kim Jong-un ao discurso do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na ONU, indicou o jornal.

Num comunicado emitido na passada sexta-feira, Kim Jong-un criticou o discurso de Trump, na ONU, no qual o líder norte-americano ameaçou "destruir totalmente a Coreia do Norte".

Os meios de comunicação norte-coreanos costumam informar periodicamente de movimentos maciços de cidadãos, que se alistam no exército em momentos de maior tensão.

A última vez foi em agosto, depois de o Conselho de Segurança da ONU ter aprovado um pacote de sanções económicas contra Pyongyang, na sequência do lançamento de mísseis de alcance intercontinental, em julho.

Os contínuos testes de armamento do regime de Kim Jong-un, incluindo um teste nuclear no passado dia 03, juntamente com a troca de palavras entre Pyongyang e Washington agudizaram a tensão na península coreana.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon