Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

CORREÇÃO: Presidente moçambicano critica condutores irresponsáveis

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/09/2017 Administrator

(Corrige no quinto parágrafo a data do acidente no sul de Moçambique)

VERSÃO INTEGRAL CORRIGIDA:

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, criticou hoje o comportamento irresponsável dos condutores do país, exortando à sociedade para denunciar a má conduta nas rodovias.

"Não faz sentido que os moçambicanos continuem a morrer nas estradas devido à má postura e irresponsabilidade de alguns automobilistas", afirmou Filipe Nyusi, numa declaração à imprensa, por ocasião do 53.º aniversário do desencadeamento da luta armada contra o colonialismo português.

O país, continuou Filipe Nyusi, não pode continuar a assistir à mortandade nas estradas, devendo mobilizar-se para uma reflexão em torno da sinistralidade rodoviária.

"Os acidentes dependem totalmente da nossa postura e da nossa atitude, o veículo é nosso, a condução é feita por nós, a travessia é feita por nós", afirmou Filipe Nyusi.

No sábado, uma colisão entre uma viatura de transporte coletivo de passageiros e um pesado provocou 13 mortos no sul de Moçambique, anunciou fonte policial.

O veículo coletivo transportava membros de uma congregação religiosa que seguia de Maputo para a província de Gaza.

O acidente aconteceu em Manhiça, província de Maputo, e terá sido causado por uma ultrapassagem irregular, provocando ainda sete feridos ligeiros e 19 feridos graves, acrescentou.

Este foi o segundo acidente com vítimas mortais na estrada nacional 1 nos últimos 20 dias.

Doze pessoas morreram e 42 ficaram feridas num acidente com um autocarro de transporte público ocorrido no dia 4, depois de o veículo se despistar e incendiar-se.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon