Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Courtney Conlogue à procura da terceira vitória no Cascais Women's Pro

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/09/2017 O Jogo

Prova é a antepenúltima do circuito mundial feminino, tendo o período de espera entre quarta-feira e 5 de outubro. Teresa Bonvalot recebeu "wildcard"

A surfista norte americana Courtney Conlogue afastou esta segunda-feira a pressão para triunfar pela terceira vez consecutiva no Cascais Women's Pro, oitava e antepenúltima etapa do circuito mundial, e realçou que o título será discutido até final.

"Adoro vir a Portugal, é uma das minhas etapas favoritas do campeonato. Na verdade não me sinto pressionada por ter vencido aqui [nos últimos dois anos]. Vou fazer o que tenho que fazer, vou trabalhar duro porque este é um novo ano", começou por dizer.

À margem da apresentação da quinta edição da prova, que decorreu em Carcavelos, a atual segunda classificada da hierarquia mundial admitiu, em declarações à agência Lusa, que existe uma luta renhida e saudável pelo campeonato com a compatriota Tyler Wright e com a australiana Sally Fitzgibbons.

"O nível de surf das mulheres é espetacular. É possível vencer aqui, mas a Sally está num grande momento e a Tyler tem-se mantido connosco lá em cima no topo. Estou muito entusiasmada por esta luta pelo título que vai ser até à última etapa", argumentou.

Já a líder do 'ranking' Sally Fitzgibbons, que contabiliza 45,100 pontos - mais 300 que Conlogue -, quando faltam disputar três etapas do campeonato, defendeu que a "pressão" de defender o primeiro lugar é "bem-vinda".

A australiana mostrou-se igualmente "feliz por estar de volta a Portugal", elogiando a "cultura entusiasmante" do surf nacional, bem como a "qualidade das ondas" da praia do Guincho, em Cascais.

© EPA/SEAN ROWLAND

Por outro lado, a portuguesa Teresa Bonvalot, que recebeu o convite pela quinta vez consecutiva, agradeceu o "presente" para disputar uma prova de elite e aproveitar da melhor forma as baterias.

"O meu objetivo é estar no meio das melhores do mundo. Isto é como se fosse um grande presente de ter o privilégio de estar entre as melhores do mundo, competir com elas e de tentar aproveitar os 'heats' que tenho. Espero que estejam boas ondas e vou dar o meu melhor", enalteceu a surfista de 18 anos.

Por fim, o presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, também deixou uma mensagem destacando a qualidade que existe na região para a prática surf e da aposta ganha em organizar um evento destes.

"Basta olhar para a praia para ver a quantidade de surfistas no mar para perceber a força do surf. Se havia algumas dúvidas, se não era só uma ideia gira sem consequências, penso que ao fim de cinco anos já ninguém tem dúvidas que devemos continuar a reforçar. Em Portugal temos condições únicas para acolher a tribo do surf", argumentou.

A quinta edição do Cascais Women's Pro decorre entre os dias 27 de setembro e 05 de outubro, nas praias de Carcavelos ou do Guincho, em Cascais.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon