Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Crise no Fafe continua sem solução à vista

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/03/2017 Hugo Monteiro
© Fernando Fontes/Global Imagens

Covilhã, a jogar em casa, e o Fafe empataram 1-1, em jogo da 33.ª jornada da II Liga de futebol.

O Covilhã, a jogar em casa, e o Fafe empataram 1-1, em jogo da 33.ª jornada da II Liga de futebol, cujo resultado mantém os visitantes na zona de despromoção O Fafe, penúltimo classificado, há oito jogos sem ganhar, entrou no jogo a pressionar mais, frente a um Covilhã que soma cinco empates consecutivos e que revelou dificuldades em criar desequilíbrios.

Aos três minutos, Pedro Pereira pôs Igor Rodrigues à prova, mas os serranos foram conseguindo equilibrar. Ponde criou perigo e, ao minuto 23, Chaby rematou forte de longe, mas o guardião do Fafe agarrou à segunda.

A formação nortenha mostrou-se sempre compacta e a dar pouco espaço, enquanto a defensiva serrana concedeu algumas facilidades que permitiram ao Fafe chegar ao golo.

Primeiro, Digas, no coração da área, atirou ao lado. Depois, o extremo isolou-se e Pedro Vilaça assinalou grande penalidade, por considerar que Igor Rodrigues derrubou Digas junto ao limite da área. Na conversão do castigo máximo, Alan Júnior foi eficaz.

No segundo tempo os 'leões da serra' procuraram reagir. Numa jogada individual Marcinho deu o aviso. Na resposta Samu, de livre, rematou por cima, mas o Covilhã estava por cima e Ponde, num cruzamento-remate, fez a bola passar rente à barra, pouco depois antes de Chaby testar a atenção de Ricardo Fernandes.

Ao minuto 63, na sequência de um canto apontado por Ponde, Mike desviou ao primeiro poste e surgiu Harramiz a concretizar.

O Sporting da Covilhã, mais subido no terreno e a dificultar a construção do jogo do Fafe, esteve sempre mais perto do que o adversário do golo da vitória, mas faltou objetividade.

Ao minuto 84, os serranos ficaram em inferioridade numérica, após a expulsão de Marcílio, e os nortenhos aproveitaram para a pressão final, mas já nos descontos foram os anfitriões a estar perto do golo, quando o livre de Chaby saiu a rasar a barra.

Jogo no Estádio Santos Pinto

Covilhã - Fafe, 1-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Alan Júnior, 45 minutos (grande penalidade).

1-1, Harramiz, 63 minutos.

Equipas

- Covilhã: Igor Rodrigues, Mike, Zarabi, Sambinha, Marcílio, Diarra (Gilberto, 74), Djikine, Chaby, Ponde (Prince, 88), Harramiz, Erivelto (Onyeka, 46).

(Suplentes: Igor Araújo, Zé Pedro, Joel, Gilberto, Prince, Soares, Onyeka).

Treinador: Filipe Gouveia.

- Fafe: Ricardo Fernandes, Vasco Cruz, Materazzi, Lytvyn, Reinildo, André (Sarkic (87), Pedro Pereira, Landinho, Samu, Digas (Borges, 67), Alan Júnior.

(Suplentes: Marçal, Silvestre, Sarkic, Jota, Xavi, Borges, Carvalho).

Treinador: António Silva.

Árbitro: Pedro Vilaça (AF Viana do Castelo).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Igor Rodrigues (45), Sambinha (51), Marcílio (59 e 84), Alan Júnior (59), Borges (73), André (76), Reinildo (90). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Marcílio (84).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon