Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Cristiano Ronaldo interrompido nos festejos por pedidos para nova Bola de Ouro

Logótipo de LusaLusa 04/06/2017 João Pedro Simões

Madrid, 04 jun (Lusa) – O futebolista português Cristiano Ronaldo agradeceu hoje aos adeptos e companheiros do Real Madrid, durante as comemorações pelo 12.º título europeu do clube, tendo desistido de discursar perante os pedidos para nova Bola de Ouro.

O avançado luso, que marcou dois golos na vitória dos ‘merengues’ por 4-1 frente à Juventus, no sábado, entrou no Estádio Santiago Bernabéu com uma bandeira portuguesa, apresentando-se com o seu tradicional grito.

De seguida, agradeceu aos adeptos e aos jogadores, até que foi interrompido, perante a insistência para que seja eleito pela quinta vez como o melhor futebolista do mundo: “Cristiano, Bola de Ouro”.

Já no relvado, o ‘capitão’ da seleção portuguesa falou à Real Madrid TV, repetindo a sua gratidão pelo apoio recebido.

“Tento sempre dar o meu melhor, para fazer as coisas bem, com golos e os números não enganam, estou contente. Quero agradecer aos adeptos e aos meus companheiros apoiaram-me sempre e estou muito feliz”, afirmou Ronaldo.

Depois da festa nas ruas de Madrid e na Praça Cibeles, o Real Madrid rumou a ‘casa’, onde milhares de adeptos comemoraram a 12.ª conquista do principal título europeu de clubes, o segundo consecutivo, perante a ausência do português Fábio Coentrão.

O lateral luso, que esteve em Cardiff, mas não se juntou ao plantel ‘blanco’ no relvado, nem hoje nas ações comemorativas.

Além dos jogadores, que foram chamados ao relvado individualmente, também o treinador francês Zinedine Zidane foi saudado pela massa adepta do clube.

“Quero agradecer-vos a todos. Proporcionaram-nos um ano espetacular e acreditaram sempre em nós. Obrigado”, referiu Zidane.

SANTI DONAIRE/EFE © EPA / SANTI DONAIRE SANTI DONAIRE/EFE

O ambiente de festa, ritmado pela eterna música dos Queen ‘We are the champions’, encerrou com uma volta ao terreno de jogo pelos jogadores, na sua maioria acompanhados pelas famílias.

JP // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon