Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Daniel Ramos dedica prémio de treinador do mês de setembro à equipa do Marítimo

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/10/2017 Rui Trombinhas

O técnico não esconde a ambição de chegar a "patamares superiores"

Daniel Ramos disse esta sexta-feira estar agradecido pelo prémio de treinador do mês de setembro da I Liga de futebol e destacou que a distinção pertence a todas as pessoas ligadas ao Marítimo, tendo ainda abordado o seu futuro.

O técnico dos verde rubros sucedeu a Miguel Cardoso, do Rio Ave, vencedor do mês de agosto, e ficou à frente de dois treinadores de grandes: Sérgio Conceição, do FC Porto, e de Jorge Jesus, do Sporting.

"Claro que me sinto contente e agradecido em quem acreditou e votou em mim. Este é um prémio que não é meu, é do Marítimo. É da equipa técnica, dos jogadores, dos vários departamentos, da estrutura diretiva e dos maritimistas. A união faz a força e juntos somos mais fortes", salientou na conferência de imprensa de antevisão do jogo dos insulares em Setúbal.

© Fornecido por O jogo

O apoio que tem vindo a receber, sobretudo dos adeptos verde rubros é importante e Daniel Ramos pretende estar ao nível dos olhares cada vez mais atentos ao seu trabalho.

"Sinto-me pesado, no sentido em que as pessoas olham para mim de outra forma e isso obriga-me cada vez mais a não defraudar e a corresponder às expectativas de muitas pessoas", comentou.

A viver bons momentos, o técnico reconheceu estar num "trajeto ascendente" e admitiu estar preparado para outros desafios, embora sem que esteja obcecado ou preocupado com isso.

"Sinto que tenho capacidade para fazer mais. Tenho que aprender, que evoluir e acho que, com a humildade que me caracteriza, entendo que posso ter objetivos mais ambiciosos à frente. Quero muito continuar a ter sucesso aqui e que esse sucesso me leve a patamares superiores", referiu.

Daniel Ramos está no Marítimo desde setembro de 2016 e após ter levado os madeirenses às competições europeias na última época (6.º lugar), encontra-se no quarto lugar da I Liga, apenas atrás dos três grandes.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon