Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Daniel Ramos em entrevista: "Hulk passou-me pelas mãos e furava iogurtes"

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/02/2017 Hugo Monteiro
© Ivan del Val/Global Imagens

"Globetrotter" nos escalões secundários, o técnico Daniel Ramos está a ser uma surpresa na I Liga. Contratado à pressa, arrancou o Marítimo do fundo da tabela e o final da época poderá ser europeu. Numa entrevista a O JOGO, conta o segredo do sucesso e deixa alguns episódios curiosos da carreira.

Givanildo Vieira de Souza, um juvenil brasileiro "baixinho" e "franzino", despertou a atenção de Daniel Ramos quando era treinador do Vilanovense. "Chegou a treinar com os seniores e já tinha grande qualidade; depois regressou ao Brasil. Só quando já representava o FC Porto é que percebi quem tinha passado pelas minhas mãos", recorda.

Era Hulk. Qualidades futebolísticas à parte, aquele jovem revelaria um surpreendente espírito engenhoso enquanto viveu em casa do presidente Nélson Almeida, atual empresário de Daniel Ramos. "Furava os iogurtes e chupava por uma palhinha, deixando depois as embalagens vazias no frigorífico", conta o técnico.

Ler entrevista completa na edição impressa e e-paper.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon