Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Danny Blind demitido do cargo de selecionador da Holanda

Logótipo de LusaLusa 26/03/2017 Nuno Ferrão
GEORGI LICOVSKI/EPA © EPA / GEORGI LICOVSKI GEORGI LICOVSKI/EPA

Amesterdão, 26 mar (Lusa) – O selecionador da Holanda, Danny Blind, foi demitido hoje, um dia depois da derrota na Bulgária, por 2-0, que complicou as ‘contas’ do apuramento ao Mundial2018, anunciou a Federação Holandesa de Futebol (FHF).

Blind, de 55 anos, tinha assumido o cargo em julho de 2015, sucedendo a Guus Hiddink.

Segundo a federação holandesa, a orientação da ‘seleção laranja’ na terça-feira, no jogo particular com a Itália, em Amesterdão, ficará a cargo de Fred Grim, adjunto de Blind.

No início do dia, a FHF tinha noticiado uma reunião com Danny Blind para discutir a derrota sofrida na Bulgária, em jogo do grupo A da zona europeia de qualificação ao Mundial2018.

Com cinco jornadas disputadas, a Holanda ocupa o quarto lugar do grupo A, com apenas sete pontos, equivalentes a duas vitórias, um empate e duas derrotas.

A França, que foi ao Luxemburgo, também no sábado, vencer por 3-1, lidera o agrupamento, com 13 pontos, seguida da Suécia, com dez, e Bulgária, com nove.

NF // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon