Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Debaixo de fogo na Fiorentina, Paulo Sousa garante: "Não me demito"

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/02/2017 Hugo M. Monteiro
© EPA/MAURIZIO DEGL' INNOCENTI

Português tem sido alvo de contestação por parte dos adeptos da Fiorentina, especialmente após o afastamento da Liga Europa

Vida difícil para Paulo Sousa. Depois da surpreendente eliminação da Liga Europa às mãos do Borussia M'Gladbach - a Fiorentina chegou a ter três golos de vantagem -, os adeptos têm mostrado o seu descontentamento e há quem peça a demissão do português.

No entanto, Paulo Sousa afastou qualquer cenário de demissão, garantindo que vê o momento difícil da equipa como uma "oportunidade". "Só penso em treinar. Não me vou demitir, especialmente nestes tempos difíceis", garantiu o técnico, em declarações reproduzidas pelo Calciomercato.

"Estamos numa situação complicada, a mais complicada desde que cheguei, porque nunca lidámos com uma situação destas. Temos de transformar o medo em revolta para ganhar. Não nos devemos separar, mas sim unir", reiterou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon