Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Deputado brasileiro condenado por ofensa a negros e quilombolas

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/10/2017 Administrator

O deputado conservador e provável candidato ao cargo de Presidente nas próximas eleições do Brasil, Jair Bolsonaro, foi condenado a pagar 50 mil reais (13,5 mil euros) a comunidades quilombolas e à população negra por ofensas raciais.

A condenação decidida pela juíza Frana Elizabeth Mendes em 25 de setembro só foi divulgada hoje.

O deputado brasileiro foi condenado por ter dito frases ofensivas contra as comunidades quilombolas e a população negra em geral, durante palestra no Clube Hebraico da cidade do Rio de Janeiro, em abril.

Na ocasião, Jair Bolsonaro declarou: "fui a um quilombola em Eldorado Paulista. Olha, o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada, eu acho que nem para procriador servem mais".

Parlamentar conservador conhecido pela exaltação das forças armadas, o combate à corrupção e pelas críticas a minorias como os homossexuais, índios e quilombolas, Jair Bolsonaro deve candidatar-se nas próximas eleições presidenciais do Brasil em 2018.

Em sondagens divulgadas no último sábado pelo Instituto Datafolha, Bolsonaro aparece em segundo lugar, com 16% as intenções de voto.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon