Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Deputado socialista Pedro Coimbra defende solução do Governo para o Metro Mondego

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/07/2017 Administrator

O deputado do PS eleito por Coimbra Pedro Coimbra defendeu hoje, na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, a solução de autocarros elétricos preconizada pelo Governo para o Sistema de Mobilidade do Mondego, considerando-a eficaz e moderna.

Citado em nota de imprensa enviada à agência Lusa pelo grupo parlamentar do PS, Pedro Coimbra argumenta que "foi pela mão do atual Governo que se chegou a uma solução eficaz, adequada, moderna e que resolve com dignidade as necessidades das populações da Lousã, Miranda do Corvo e Coimbra", numa alusão ao sistema MetroBus, anunciado pelo Governo há cerca de um mês como a solução para o Sistema de Mobilidade do Mondego (Metro Mondego).

"É um tema que se arrasta há demasiado tempo e cujo abandono definitivo se chegou a temer", frisou o deputado socialista.

A reunião da comissão da Assembleia da República realizou-se na sequência de um requerimento do PCP e de requerimentos orais do PSD e do BE, e contou com a presença de elementos da autarquia de Miranda do Corvo, Movimento em Defesa do Ramal da Lousã, do Movimento Lousã pelo Ramal, do Movimento Cívico de Coimbra, Góis, Lousã e Miranda do Corvo, e da Comissão de Utentes dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), adianta a nota.

"O investimento vai salvaguardar a mobilidade na linha suburbana entre Serpins e Coimbra, mas também a linha urbana dentro da cidade, bem como a recuperação urbanística de parte da Baixa de Coimbra, tão urgente como necessária", defendeu Pedro Coimbra.

Na sessão, o deputado do PS defendeu que com a solução de autocarros elétricos as populações de Miranda do Corvo e Lousã que se deslocam para Coimbra "ficarão mais bem servidas, porquanto passarão a ter ligações diretas aos seus principais destinos como sejam o centro da cidade, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra ou a estação de Coimbra B [na linha ferroviária do Norte], também a requalificar em breve".

"Tal não seria possível se se optasse por linha férrea pesada, como alguns têm defendido", alegou.

Pedro Coimbra destacou ainda o "empenho e dedicação" do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, na "solução séria" apresentada para o sistema de mobilidade "depois de "ter herdado do anterior Governo de direita uma mão cheia de nada - nem projetos, nem estudos, nem financiamento dos fundos estruturais que são absolutamente necessários e que é preciso garantir agora".

O deputado socialista enalteceu também o "sentido de responsabilidade" dos autarcas de Coimbra, Lousã e Miranda do Corvo, Manuel Machado, Luís Antunes e Miguel Baptista: "Sempre estiveram sensíveis às necessidades das populações, tendo a capacidade de estar ao lado de uma solução credível e nunca do lado do problema", frisou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon