Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Detidos por agressão a polícia em Bragança libertados depois de pedirem desculpa

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/07/2017 Administrator

Dois indivíduos foram detidos na madrugada de hoje, em Bragança, por agressão a um polícia, tendo saído em liberdade com o processo judicial suspenso, mediante pedido de desculpas e entrega de 600 euros a uma instituição social.

As detenções por ameaças e agressão a agente policial ocorreram, segundo informação avançada à Lusa pelo Comando Distrital da PSP, depois de dois polícias terem tentado travar "uma desordem", numa rua do centro da cidade, que envolvia cerca de 20 jovens.

De acordo com o relato, dois dos jovens, com 24 e 27 anos, "não só desobedeceram às ordens dos agentes, como ameaçaram e agrediram com pontapés e arranhões um dos polícias. Presentes hoje em tribunal, os detidos saíram em liberdade e não vão ser julgados".

O caso foi resolvido no Ministério Público que propôs aos detidos, residentes em Bragança, a suspensão do processo-crime mediante a entrega da quantia de 300 euros, cada um, a uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS).

A solução tem como condição os indivíduos não cometerem mais crimes durante o período de suspensão do processos e foi apresentada depois de terem apresentado "desculpas formais aos elementos policiais envolvidos, e que foram aceites por terem reconhecido o erro", como informou a PSP.

Os factos ocorreram por volta das 05:40, numa rua do centro da cidade de Bragança, onde um carro patrulha se deparou com "uma desordem" que envolvia agressões entre "um grupo de cerca de 20 jovens".

"Ao tentar pôr fim às agressões, os detidos não só desobedeceram às ordens dos agentes para pararem com as agressões, como ambos os ameaçaram e agrediram, através de pontapés e arranhões vários, sendo necessário chamar para o local reforço policial e utilizar a força física para os algemar", relatou a PSP.

Das agressões, segundo a fonte, "não resultaram danos físicos de realce para os agentes que não tiveram necessidade de receber tratamento médico".

A PSP de Bragança deteve também, esta semana, um casal residente na cidade, com idades de 46 e 49 anos, por suspeita do "crime de passagem de moeda falsa", em que terão sido lesados quatro estabelecimentos comerciais, que deram conhecimento do caso à Polícia.

De acordo com a informação disponibilizada, os detidos "adquiriam produtos de baixo valor e efetuaram o seu pagamento com notas de 20 euros", alegadamente falsas e recebiam de volta o troco com dinheiro verdadeiro.

A PSP intercetou os suspeitos "que ainda tinham na sua posse duas notas de 20 euros, supostamente falsas, e a quantia de 154 euros em notas verdadeiras, provavelmente dos trocos recebidos pelos respetivos lesados".

Os suspeitos foram presentes às autoridades judiciárias e ficaram com Termo de Identidade e Residência a aguardar a investigação do inquérito.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon