Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Devem encontrar uma forma de tornar o videoárbitro mais justo"

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/07/2017 Ana Proença

O guarda-redes do México defendeu que a sua equipa foi prejudicada pela nova tecnologia na meia-final diante Portugal.

© EPA/SERGEI ILNITSKY

Após o final do Portugal-México, ganho pela Seleção Nacional após prolongamento (2-1), Guillermo Ochoa criticou o videoárbitro: "Não funcionou. Devem encontrar uma forma de torná-lo mais justo. Fomos prejudicados. Espero que o sistema possa ser melhorado para bem do futebol".

Já na reta final do prolongamento, o México reclama uma grande penalidade que o árbitro não marcou, por alegada falta de Pepe na grande área. Aliás, foi este lance que enfureceu os mexicanos, de tal modo que o treinador Juan Carlos Osorio foi expulso.

No final, o selecionador mexicano estava mais calmo: "Tivemos muitas oportunidades para marcar e podíamos ter marcado dois ou três golos. Estamos contentes pelo empenho dos nossos jogadores, mas claro que estamos tristes", comentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon