Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Dieguinho: "Estamos muito fortes"

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/02/2017 Rui Trombinhas

Dois golos, um dos quais na final da Taça da Liga, confirmaram que Dieguinho está a subir de forma e pronto a atacar, de seguida, a UEFA Futsal Cup, o único troféu que falta ao futsal dos leões

Foi com o firme propósito de chegar à conquista inédita da UEFA Futsal Cup que o Sporting fez, esta temporada, o maior investimento de sempre do clube no futsal. Dieguinho, contratado ao Intelli (Brasil), foi um dos quatro reforços dos leões e, depois do triunfo na Taça da Liga, no domingo, o pivô aponta a mais títulos.

A Taça da Liga foi o primeiro título conquistado pelo Dieguinho ao serviço do Sporting. Que significado tem este troféu?

-É o meu primeiro título pelo Sporting, e o primeiro nunca se esquece. Há também a particularidade de ser o troféu número 100 do futsal do Sporting e é fantástico ficar associado a esse feito. Espero que seja o primeiro de muitos títulos.

Esta revalidação da Taça da Liga é um bom indicador para a final-four da UEFA Futsal Cup?

© Fornecido por O jogo

-A qualidade do grupo é surpreendente. Quando estamos no nosso melhor, todos concentrados e focados num objetivo, é quase impossível vencerem-nos. Foi isso que demonstrámos nesta Taça da Liga porque fomos, sem dúvida, a melhor equipa. Nós estamos muito fortes, o clube fez um grande investimento, mas não nos podemos esquecer de que as outras três equipas que estão na final-four investiram muito mais. O Sporting é o único dos três clubes que ainda não foi campeão europeu. No entanto, sabemos que temos qualidade para enfrentar qualquer equipa olhos nos olhos.

Que balanço faz destes primeiros meses no Sporting?

-É um balanço extremamente positivo. A qualidade dos meus companheiros e treinadores é incrível e, em termos de resultados, os números não deixam mentir: temos apenas uma derrota nesta época; estamos na final-four da UEFA Cup, depois de termos eliminado o Dínamo de Moscovo, uma equipa cabeça de série; no campeonato temos dois empates, o melhor ataque e a melhor defesa e agora conquistamos esta Taça da Liga, com as oito melhores equipas do campeonato. Além disso, somos uma família dentro e fora de campo. O clube dá-nos as melhores condições de trabalho, não poderia pedir mais. O Sporting é um dos maiores clubes do mundo e isso pesou na minha decisão.

Já se imaginou campeão pelo Sporting?

-Essa imagem já me passou pela cabeça. Já vi imagens da festa do ano passado e quero muito sentir algo semelhante. Os festejos da vitória na Taça da Liga, junto dos nossos adeptos, foram espetaculares. Ser campeão neste clube, com estes adeptos, deve ser algo inexplicável.

O Dieguinho já está na melhor forma ou ainda não se encontra nas condições físicas ideais?

-Este é o Dieguinho que, como sempre, vai trabalhar para dar sempre mais e melhor. No entanto, considero que a fase de adaptação já passou e não escondo que estou a atravessar um momento muito bom.

A concorrência do Fortino é pesada?

-O Fortino é um grande pivô e a disputa entre nós é a mais sadia possível. Julgo que o Sporting está muito bem servido de pivôs.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon