Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Dilma Rousseff abre a porta a reforço da segurança

Sportinveste 04/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Dilma Rousseff abre a porta a reforço da segurança © Sportinveste Multimédia Dilma Rousseff abre a porta a reforço da segurança

Defende a legitimidade das manifestações, mas não admite obstáculos que possam impedir as pessoas de assistir aos jogos da competição.

A Presidente brasileira, Dilma Rousseff, disse terça-feira esperar que os governadores dos 12 estados onde vão decorrer jogos do Mundial solicitem reforço do apoio das Forças Armadas durante a competição.

"Ofereci a todos os governadores das cidades onde vão decorrer encontros do Mundial o apoio das Forças Armas, da Polícia Federal, da Polícia de Estradas e da Força Nacional de Segurança Pública. Creio que todos aceitaram e terão o nosso apoio", disse Dilma Rousseff numa entrevista à Televisão Bandeirantes.

Dilma Rousseff explicou também que o Governo está a trabalhar "muito" para garantir a segurança dos chefes de Estado, das delegações, dos adeptos e dos turistas durante a competição que tem início a 12 de junho em São Paulo.

"Não admitiremos que haja qualquer obstáculo a tentar impedir que as pessoas assistam ao Mundial, que as pessoas tenham acesso ao Mundial", comentou também a Presidente ao defender, contudo, a "legitimidade" das manifestações.

Dilma Rousseff manifestou-se ainda contra as declarações do Secretário-Geral da FIFA que afirmou que para o Brasil é mais importante ganhar o Mundial do que o sucesso da sua organização.

"Não estou de acordo há muito tempo com declarações variadas", disse ao salientar que o Brasil "é bem capaz de fazer as duas coisas" - ganhar o mundial e organizar a prova de forma positiva -- e que existem condições para "fazer o melhor Mundial" de sempre.

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon