Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Diogo Amado antes do Benfica: "É normal darem o Estoril como uma equipa já derrotada"

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/04/2017 Alcides Freire

O médio do Estoril, Diogo Amado, apelou também à continuidade do treinador Pedro Emanuel, na próxima época.

O médio do Estoril Diogo Amado expressou esta quinta-feira a ambição de ajudar a equipa a pontuar frente ao Benfica, na visita de sábado ao Estádio da Luz, para o jogo da 31ª jornada da I Liga.

Em declarações aos jornalistas antes do treino desta manhã, no Estádio António Coimbra da Mota, o jogador, de 27 anos, reconheceu a perspetiva de um embate "muito difícil" diante do líder do campeonato, mas não escondeu a esperança de "conseguir um bom resultado e, se possível, roubar pontos ao Benfica".

"O Benfica, essencialmente em sua casa, costuma impor um grande ritmo de jogo e demonstra a sua qualidade perante os seus adeptos, mas temos estado focados no nosso trabalho para tentarmos fazer um ótimo jogo na Luz", afirmou o capitão dos estorilistas.

O recente empate a três golos diante dos encarnados, na segunda mão da meia-final da Taça de Portugal, foi lembrado por Diogo Amado, que enalteceu a "excelente atitude" da equipa.

"Roubar pontos na casa do Benfica não é fácil. Se conseguirmos melhor, ficaremos muito felizes por isso, mas o empate seria aceitável antes do jogo. É normal darem o Estoril como uma equipa já derrotada e colocarem essa responsabilidade sobre o Benfica, mas isso não nos diz muito. O Benfica jogou muito bem, mas nós conseguimos em certa parte eliminar os seus pontos fortes", lembrou o jogador.

Em 2013, o Estoril conseguiu impor um empate ao Benfica no Estádio da Luz, quando os encarnados disputavam "taco a taco" o título com o FC Porto, para quem viriam depois a perder a corrida. Confrontado com essa memória, o jogador estorilista assumiu que as semelhanças ficam-se pelo calendário, pois "são situações completamente diferentes".

"Deveríamos estar melhor classificados, na altura estávamos a lutar por um lugar europeu, mas isso não faz com que a nossa ambição para este jogo seja menor. Queremos um ótimo resultado, agora se vamos complicar as contas do Benfica isso não é da nossa competência. Iremos fazer de tudo, independentemente do respeito", observou.

Diogo Amado no Benfica-Estoril © Filipe Amorim/Global Imagens Diogo Amado no Benfica-Estoril

Já sobre o duelo entre águias e dragões na luta pelo campeonato, Diogo Amado recusou diferenciar Benfica e FC Porto: "São duas equipas com muita qualidade, tanto uma como outra podem chegar facilmente ao topo da Liga. Não sei qual será campeã".

O futebolista português destacou ainda a mensagem que o técnico Pedro Emanuel tem passado aos jogadores ao longo da semana, acentuando o seu caráter positivo e a crença de uma boa prestação no Estádio da Luz.

"É sempre complicado defrontar equipas desta dimensão, mas estamos preparados para isso. O treinador tem passado uma mensagem de grande positivismo e isso fará com que o jogo possa correr bem para o nosso lado. O Pedro Emanuel tem uma grande vantagem por ter sido jogador e ele consegue passar isso para todos nós. Todos sentimos o seu apoio", frisou.

Nesse sentido, o jogador estorilista apelou à continuidade de Pedro Emanuel no comando da equipa na próxima época. "Tem mostrado um excelente trabalho e acho que seria benéfico não só para o Estoril, mas também para os jogadores. Tem feito uma excelente evolução a nível individual e isso é muito importante para o Estoril e para os jogadores", concluiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon