Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Diogo Coelho: "Não levo vantagem por conhecer Costinha"

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/07/2017 Hugo M. Monteiro

Defesa do Nacional esteve cedido à Académica na última época, onde foi orientado pelo novo treinador dos insulares.

O defesa central do Nacional, Diogo Coelho, confessou esta terça-feira, em conferência de imprensa, a primeira da época dos insulares, que Costinha vai querer jogar ao ataque na II Liga. "É um treinador que gosta que as equipas assumam o jogo, pratiquem bom futebol. A II Liga depende muito dos treinadores e no caso dele, que é um treinador de I Liga, gosta de ter bola, que as equipas dominem, não gosta de chute para a frente".

© Hélder Santos/Aspress

Depois de três anos em que foi emprestado, Diogo Coelho regressa a casa para triunfar. "Estou satisfeito por voltar a casa. É claro que era melhor ter vindo com o clube na I Liga. Uma vez que está na II Liga temos de ter noção disso e fazer pela vida".

O jovem futebolista quer formar um bom grupo. "Espero que seja uma época positiva. Os três anos em que estive fora ajudaram-me a ganhar alguma experiência e maturidade. Espero que possa ajudar a equipa da melhor maneira, lutando pela titularidade. Espero formarmos um bom grupo".

Diogo Coelho trabalhou com Costinha na época passada na Académica. Mesmo assim defende que não tem vantagem. "O treinador já me conhece. É sempre bom quando já se conhece as pessoas e a relação é positiva, mas não acho que seja uma vantagem. Tenho uma concorrência forte tanto do Júlio como do Rui Correia e de mais algum central que possa vir. Não acho que seja uma vantagem", terminou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon