Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Diretor do FC Porto voltou ao caso das SMS enviadas a Pedro Guerra

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/06/2017 Hugo M. Monteiro
© Fornecido por O jogo

Francisco J. Marques mostrou novos emails, no Porto Canal, trocados entre Carlos Deus Pereira e Pedro Guerra

Pedro Guerra desmentiu, na segunda-feira, ter recebido as SMS faladas por Francisco J. Marques no último programa "Universo Porto", do Porto Canal, mas o diretor de comunicação dos dragões voltou ao assunto e revelou novos e-mails. "Isto dá para rir. Mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo. A 16 de fevereiro de 2014 Carlos Deus Pereira enviou um email com mais de 100 mensagens, em anexo, para o Pedro Guerra. Não é uma. São mais de 100 mensagens num ficheiro de Excel. Até podíamos admitir que Pedro Guerra não tivesse visto este email. Mas este não foi o único mail que enviou ao Pedro Guerra."

O diretor de comunicação revelou depois uma troca de emails entre o antigo presidente de Mesa da Assembleia Geral da Liga, falando do processo de destituição de Mário Figueiredo, na altura presidente da Liga. "Vou produzir despacho ao requerimento que solicita destituição de Mário Figueiredo
e vou enviá-lo antecipadamente. Isto é confidencial. Amanhã vou tomar decisões e o que decidir envio-lhe em primeira mão. Então ele enviava primeiro para o Pedro Guerra, antes de informar os clubes. Este senhor não cumpre os mínimos para ser porteiro da Liga, quando mais presidente da Mesa da Assembleia. Fez parte de uma grande vergonha do futebol português e estavam ao serviço do Benfica. O grande farsante é o Pedro Guerra. Descobrimos-lhe a careca toda."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon