Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Distribuidora de publicações da Urbanos avança com pedido de insolvência

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/09/2017 Administrator

A distribuidora de publicações do grupo Urbanos, Distrinews II, decidiu suspender definitivamente a sua atividade e pedir insolvência, justificando-o com a diminuição da faturação e com dificuldades de tesouraria.

Numa comunicação enviada aos clientes, a Distrinews II, anteriormente denominada Urbanos Press, indica que "decidiu suspender definitivamente essa atividade, com efeitos a partir de 05 de setembro do corrente ano, entendendo ainda a administração desta empresa que, tendo em conta a atual situação financeira da sociedade, é forçosa a apresentação da mesma a processo de insolvência".

Em causa estão questões como a "degradação do setor associada à mudança de hábito de leitura dos consumidores, que preferem edições 'online' em detrimento de edições impressas" e ainda a "repercussão deste comportamento na atividade comercial", o que gerou uma decréscimo de 80% no total de faturação média mensal nos últimos nove anos, justifica a empresa, que funcionava no país há mais de 30 anos.

A decisão agora conhecida implica a cessação da "distribuição de todas as publicações e livros que vinha sendo assegurada pela Distrinews II, mantendo-se apenas as atividades subsequentes de recolha de exemplares não vendidos e de liquidações finais", acrescenta.

Após o pedido de insolvência, "esses processos passarão a decorrer nos termos legalmente aplicáveis", assinala.

A Distrinews II sublinha que, antes de tomar esta decisão, "procurou encontrar soluções que viabilizasse a continuação da atividade", mas isso não foi possível.

Ainda assim, garante "apresentará um plano de recuperação no processo de insolvência para submeter à aprovação pelos credores que possibilitará a viabilidade da sociedade com outros contornos, visando garantir o cumprimento dos compromissos num prazo mais alargado".

"É uma decisão que muito lamentamos ter de tomar, mas que, face à suspensão da atividade de distribuição de publicações e livros, é inevitável", adianta a comunicação referente ao fim da relação contratual, assinada pelos diretores António Almeida e Gonçalo Carvalho e datada de terça-feira.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon