Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Distrito de Coimbra com 46 vagas em cuidados continuados integrados em Saúde Mental

Logótipo de O Jogo O Jogo 31/08/2017 Administrator

A Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) disponibiliza, a partir de sexta-feira, 46 vagas em cuidados continuados integrados em Saúde Mental, através de dois projetos-piloto a desenvolver nos municípios de Coimbra e Penela.

"São dois projetos-piloto que vinham a identificar necessidades evidentes nesta área, que representam um investimento de 557.923 euros", disse à agência Lusa o presidente da ARSC, José Tereso.

Com duração de um ano, os projetos são desenvolvidos pela Fundação Beatriz Santos (Coimbra), que tem atribuídas 30 vagas em unidade sócio ocupacional e oito vagas na equipa de apoio domiciliário, e pela Associação Quinta das Pontes (Penela), com oito vagas em residência de apoio moderado.

Segundo José Tereso, "com a experiência adquirida nestes dois projetos-piloto, vai-se tentar ampliar o número de vagas no próximo ano".

Nesta área dos cuidados continuados em saúde mental, o presidente da ARSC revelou que existem 32 candidaturas em análise na região, "umas com viabilidade e outras inviáveis, por não obedecerem ao cumprimento da legislação".

A Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados na região Centro tem atualmente uma capacidade de oferta de 2.308 camas destinadas a internamento e 826 vagas para apoio domiciliado, distribuídas por 66 equipas de cuidados continuados integrados, iniciando, a partir de sexta-feira, o seu alargamento à área da saúde mental.

As 46 vagas disponíveis são suportadas financeiramente pelo Ministério da Saúde e Centro Distrital de Coimbra da Segurança Social.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon