Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Dolores Silva: "A Escócia não tem o poderio da Espanha, mas tem muito valor"

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/07/2017 Hugo M. Monteiro

Portugal joga com a Escócia, em jogo da segunda jornada da fase de grupos do Europeu de futebol feminino

A futebolista internacional portuguesa Dolores Silva disse, na antevisão do jogo com a Escócia, da segunda jornada do Europeu, que espera um jogo mais físico e que a equipa está mais tranquila.

"A ansiedade do primeiro jogo acabou por passar, acima de tudo estamos focadas para jogo de amanhã [domingo], melhorar aspetos que não correram tão bem e tentar que consigamos o melhor resultado possível", disse a sub-capitã portuguesa.

Dolores Silva, titular no jogo de estreia de Portugal, na derrota por 2-0 diante da Espanha, espera no domingo um jogo e uma estratégia diferente, mas alertou para outro tipo de adversidades.

"Sabemos que vamos encontrar adversidades, a Escócia não tem o poderio da Espanha, mas tem muito valor. Estes dias serviram para recuperar e afinar estratégias para o jogo de amanhã, que serão importantes", acrescentou.

A jogadora, que na próxima época representará o Sporting de Braga, depois de sair dos alemães do Cloppenburg, jogou na lateral esquerda frente à Espanha, com o técnico Francisco Neto a aproveitar a sua polivalência, recuando do meio-campo.

Para domingo, Dolores Silva diz que a equipa está preparada para a estratégia da Escócia e a sua grande capacidade física.

"Fisicamente são mais fortes, procuram mais o físico, o jogo mais direto, a Espanha procura mais o jogo pelo chão, mais 'tiki-taka', estamos conscientes disso, mas focadas e preparadas para contrariar esses pontos fortes", disse.

© Fornecido por O jogo

Para o jogo de domingo foram vendidos até agora um pouco mais de 3.000 bilhetes, num recinto com capacidade para cerca de 12.000.

Os portugueses são esperados em maior número, com um setor destinado a 600 pessoas -- entre as quais estará a família do selecionador Francisco Neto -, enquanto da parte escocesa têm lugar marcados 200 adeptos.

O jogo, que terá início às 18h00 locais (17h00 em Lisboa), terá arbitragem da húngara Katalin Kulcsár.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon