Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Domingo gordo para Portugal na Taça do Mundo de Montemor

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/05/2017 Alcides Freire

Foram sete medalhas na última manhã de prova, com destaque para a dobradinha de Joana Vasconcelos/Francisca Laia, o regresso de Fernando Pimenta ao pódio, o ouro de Teresa Portela e estreia bem sucedida do K4.

Teresa Portela conquistou este domingo a medalha de ouro em K1 200 metros na Taça do Mundo de velocidade, em Montemor-o-Velho, a primeira prova internacional do novo ciclo olímpico. A canoísta do Benfica terminou com 40,26s.

O sucesso nacional não se ficou pelo ouro de Portela, tendo havido mais seis medalhas conquistadas por canoístas portugueses.

Joana Vasconcelos e Francisca Laia, pela primeira vez em dupla desde 2013, foram prata em K2 200 e K2 500. Em C1 200, Hélder Silva e Tiago Tavares foram segundo e terceiro, respetivamente.

Ouro de véspera em K1 1000, Fernando Pimenta foi prata na distância mais curta (K1 500), podendo juntar a estes resultados uma terceira medalha, pois ainda hoje entra em ação na prova de K1 5000 metros.

Teresa Portela. © Fábio Poço/Global Imagens Teresa Portela.

Na nova distância (500 metros), o K4 composto por Emanuel Silva/João Ribeiro/David Varela/David Fernandes teve uma estreia bem sucedida, com uma medalha de prata.

Assim, o saldo é de oito medalhas para Portugal, fechando o evento com a realização das especialidades mais longas (C1 5000 e K1 5000).

A Taça do Mundo de Montemor recebeu 250 atletas de 28 países, sendo o derradeiro teste organizativo antes dos Mundiais de velocidade em 2018.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon