Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Domingos Gomes: "Ronaldo estará apto para o Mundial"

Sportinveste 04/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Domingos Gomes: "Ronaldo estará apto para o Mundial" © Sportinveste Multimédia Domingos Gomes: "Ronaldo estará apto para o Mundial"

Médico sublinha que, caso não existam outros condicionalismos, CR7 estará em condições de defrontar a Alemanha, no primeiro jogo do Campeonato do Mundo.

O médico Domingos Gomes disse esta quarta-feira estar convencido de que Cristiano Ronaldo estará apto para o primeiro jogo da seleção portuguesa no Mundial'2014, a 16 de junho frente à Alemanha.

"Se não houver outros condicionalismos que ainda sejam desconhecidos, como por exemplo não se tratar de uma tendinose simples, creio que não há nenhuma dúvida de que estará apto para jogar daqui a 12 dias", disse o médico em declarações à agência Lusa.

Domingos Gomes considerou que o facto de o jogador - que tem uma lesão muscular da região posterior da coxa esquerda e a uma tendinose rotuliana esquerda - ter corrido no treino de terça-feira, o primeiro em que participou desde de que se juntou à seleção a 29 de maio, "é um bom indício" de que a recuperação está a correr bem.

"O facto de ter corrido no treino e brincado lateralmente com a bola indicia que a recuperação está numa fase agradável e ainda temos mais 12 dias até ao jogo", disse o antigo médico do FC Porto.

Domingos Gomes explicou que a tendinose "é uma alteração do tecido constituinte do tendão, que é o colagénio" e é normalmente classificada como uma "lesão de supraesforço que pode estar associada a microtraumatismos".

O médico, que já integrou a comissão antidoping da UEFA, admitiu que na origem da lesão poderá estar "todo o esforço a que um atleta excecional como Ronaldo é sujeito ao longo da época", mas acrescentou que a mesma também pode ser provocada pela mudança de pavimento, pelo equipamento ou pelos adversários.

Domingos Gomes, que elogiou o trabalho que está a ser feito pela equipa médica, afirmou que "Ronaldo tem feito repouso ativo, porque um atleta não pode parar, e ele não parou. O que aconteceu é que aquele membro não foi utilizado nas mesmas condições em que vinha sendo utilizado até então".

O médico desvalorizou o facto de o capitão da seleção ter estado vários dias sem trabalhar com bola e referiu que neste momento os 23 convocados para o Mundial, que estagiam nos Estados Unidos, estão todos a recuperar.

"Ele não precisa de estar a trabalhar com bola, porque ele já faz da bola o que quer", disse, acrescentando: "Eles neste momento estão todos a recuperar condições, porque já vêm com a preparação de trás".

Cristiano Ronaldo, cujo último jogo disputado foi com o Real Madrid, a final da Liga dos Campeões, a 24 de maio, juntou-se à seleção em Óbidos, cinco dias depois.

Até terça-feira, o jogador não participou em qualquer treino, tendo realizado tratamentos, e não foi utilizado no encontro particular com a Grécia (0-0).

No boletim clínico divulgado na terça-feira, dia do primeiro treino nos Estados Unidos, a Federação Portuguesa de Futebol anunciou a lesão do jogador.

Durante o estágio nos Estados Unidos, que termina a 10 de junho, a equipa orientada por Paulo Bento vai ainda estagiar nos Estados Unidos, onde defrontará, dia 6 junho, o México, em Boston, e, quatro dias depois, a República da Irlanda, em New Jersey.

Portugal, que está integrado no grupo G, estreia-se no Mundia'l2014 a 16 de junho, em Salvador, frente à Alemanha, defrontando depois os Estados Unidos (22), em Manaus, e o Gana (26), em Brasília.

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices

Mais de Sportinveste

image beaconimage beaconimage beacon