Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Dortmund salvou-se da tragédia por um segundo

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/04/2017 Hugo M. Monteiro

Autocarro da equipa alemã foi alvo de um ataque na última terça-feira, prosseguindo as investigações que apontam que os explosivos usados foram feitos a partir de materiais das Forças Armadas alemãs

© Reuters / Kai Pfaffenbach/File Photo

O Borussia de Dortmund escapou a uma tragédia maior na última terça-feira por apenas um segundo, é o que avançam as autoridades citadas pelo diário "Bild am Sonntag".

O autocarro da equipa alemã tinha acabado de deixar o hotel para rumar ao Signa Iduna Park, onde defrontrava o Mónaco na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões. No entanto, três explosões atingiram a parte de trás do veículo, ferindo o futebolista Marc Bartra e um polícia.

"Se os explosivos tivessem sido detonados um segundo antes todo o autocarro seria alvo de uma forte descarga, o que teria resultado seguramente em muitos feridos graves e possivelmente mortos", adiantou um investigador do Departamento Federal de Investigação Criminal alemão.

Entretanto, as investigações prosseguem, com as autoridades a duvidar da autenticidade das cartas encontradas no local. O jornal "Welt am Sonntag" avança que os explosivos do ataque poderão ter sido feitos a partir de materiais das Forças Armadas alemãs.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon