Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Douro vai transformar 118.000 pipas de vinho do Porto em 2017

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/07/2017 Administrator

A Região Demarcada do Douro vai transformar 118.000 pipas de mosto em vinho do Porto nesta vindima, mais 3.100 pipas do que na anterior campanha, anunciou hoje o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP).

O conselho interprofissional do IVDP, que reuniu hoje, no Peso da Régua, distrito de Vila Real, fixou em 118.000 o número de pipas (550 litros cada) a beneficiar nesta vindima. O benefício é a quantidade de mosto que cada viticultor pode destinar à produção de vinho do Porto.

Em 2016, foram transformadas 114.900 pipas de vinho do Porto na mais antiga região demarcada do mundo.

"Tendo sido esta uma solução consensual, aprovada por unanimidade pela produção e pelo comércio, obviamente que aqui se entende que este é um número que se considera adequado para o Douro", afirmou à agência Lusa o presidente do IVDP, Manuel Cabral.

A fixação do benefício foi o principal resultado do comunicado de vindima de 2017, aprovado hoje pelo conselho interprofissional, onde marcam presença os produtores e o comércio.

O valor final foi aprovado por unanimidade pelas duas profissões.

O benefício é considerado pelos viticultores do Douro como a sua "maior fonte de receita", chegando a representar, em alguns acasos, "100% do rendimento".

Para se fixar o benefício são avaliados vários parâmetros, como as previsões de produção, que este ano apontam para um aumento de produção que pode rondar entre as 266 e as 288 mil pipas de vinho, ainda as expectativas de comercialização e os níveis de 'stock'.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon