Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Duas farmácias e duas barbearias de Viseu servem de cenário a Teatro das Compras

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/10/2017 Administrator

Duas farmácias e duas barbearias de Viseu vão, a partir de quinta-feira, ser o cenário do Teatro das Compras, um projeto dirigido por Giacomo Scalisi que valoriza memórias e histórias de lugares que considera que não podem desaparecer.

As farmácias Marques e Portugal, e as barbearias Avenida e Marques vão, até sábado, acolher espetáculos de curta duração interpretados por Gabriel Gomes, Graeme Pulleyn, Guilherme Gomes, Rafaela Santos e Sofia Moura.

"Percorri muitas vezes a avenida (Alberto Sampaio) e achei muito interessantes as barbearias e as farmácias, porque têm uma identidade muito forte", justificou à agência Lusa Giacomo Scalisi.

Depois de oito edições em Lisboa, o Teatro das Compras realiza-se este ano em Viseu na sequência de um desafio lançado a Giacomo Scalisi pela diretora do Teatro Viriato, Paula Garcia.

"A minha ligação a Viseu é muito grande, em diferentes momentos. Gosto muito de voltar a Viseu, onde as lojas são particularmente interessantes", afirmou.

Segundo o diretor artístico do projeto, haverá uma dupla de barbearia e farmácia por cada dramaturgo, nomeadamente Fernando Giestas e Jorge Palinhos.

"Foram convidados a escrever as histórias, que são diferentes, mas têm pequenas ligações que fazem com que o todo, as quatro lojas, sejam uma história que estamos a contar", explicou.

Cada espetáculo terá uma lotação pequena, de 15/20 pessoas, num total de duas horas para os quatro.

"A cada meia hora há uma nova representação. Uma pessoa pode começar às 17:00 e acabar às 19:00 e ver as quatro lojas ou dividir as lojas pelos dias", referiu.

Giacomo Scalisi disse que muitas das histórias de estabelecimentos comerciais tradicionais correm o risco de desaparecer, sobretudo em cidades como Lisboa.

"Não são só as histórias, mas as próprias lojas, que estão a desaparecer por causa da pressão imobiliária. Muitas das protagonistas do Teatro das Compras já não existem", lamentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon