Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Dumoulin é o novo camisola rosa da Volta à Itália

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/05/2017 O Jogo

Holandês venceu contrarrelógio de quase 40 quilómetros, Rui Costa ficou em 21º e continua em 18º na geral; José Gonçalves ficou em 35º e José Mendes no 36º lugar

O holandês Tom Dumoulin (Sunweb) venceu esta terça-feira o contrarrelógio da 10.ª etapa da Volta a Itália e é o novo líder da prova, destronando o colombiano Nairo Quintana (Movistar).

Dumoulin completou os 38,9 quilómetros entre Foligno e Montefalco em 50.57 minutos e gastou menos 49 segundos do que o britânico Geraint Thomas (Sky), segundo classificado, enquanto o luxemburguês Bob Jungels (Quick-Step Floors) foi terceiro, a 56 segundos.

O corredor holandês, terceiro à partida para a etapa, assumiu a camisola rosa com 2.33 minutos de vantagem sobre Quintana, que caiu para a segunda posição, à frente do holandês Bauke Mollema (Trek-Segafredo) e do francês Thibaut Pinot (FDJ).

Rui Costa (UAE Team Emirates) foi 21º desta etapa, a 2'50'' do vencedor, e manteve o 18º lugar da classificação geral.

José Gonçalves ficou em 35º e José Mendes (Bora) terminou na posição seguinte, com apenas mais três segundos do que o corredor português da Katusha.

© EPA/Alessandro Di Meo

Mendes subiu três posições, está agora em 48º lugar, e José Gonçalves ascendeu dois lugares e é o 77º classificado da Volta a Itália.

Na quarta-feira, a 11.ª etapa vai ligar Florença a Bagno do Romagna, na distância de 161 quilómetros, apresentando duas contagens de montanha de segunda categoria e duas de terceira.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon