Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ederson iguala Witsel e só vê Buffon à frente

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/06/2017 Alcides Freire
© Miguel Pereira/Global Imagens

Guarda-redes brasileiro igualou o médio belga no topo da lista das maiores vendas de sempre do Benfica. Quanto ao ranking dos guarda-redes mais caros, a história é outra.

Ederson Moraes foi oficializado esta quinta-feira como jogador do Manchester City, através de comunicado enviado pelo Benfica à CMVM. O guarda-redes brasileiro custou 40 milhões de euros ao clube da Premier League, valor que o catapulta para o topo da lista das maiores vendas de sempre dos tetracampeões nacionais.

No entanto, esse é um posto que Ederson não ocupa sozinho. Antes, em 2012/13, já o belga Axel Witsel tinha sido vendido por 40 milhões aos russos do Zenit. Depois do médio e do guarda-redes, surge então Renato Sanches, que partiu para o Bayern de Munique na última época, a troco de 35 milhões.

No que toca ao ranking dos guarda-redes mais caros de sempre, Ederson é agora segundo classificado, atrás de Gianluigi Buffon, que, em 2001, rendeu mais de 52 milhões de euros ao Parma, pagos pela Juventus. De salientar que o Benfica já tinha colocado um guardião no "top 10" da lista, quando vendeu Jan Oblak ao Atlético de Madrid, por 16 milhões.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon