Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Edgar Ié é a maior transferência de sempre do Belenenses"

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/07/2017 João Cardoso

O presidente da SAD do Belenenses congratulou-se com a transferência do futebolista Edgar Ié para o Lille e revelou que os azuis vão receber três milhões de euros pela transação.

Rui Pedro Soares adiantou que o emblema francês pagou 5,5 milhões no total, com o clube de Belém a ter direito a pouco mais de três milhões de euros (pode receber ainda 206 mil euros por objetivos e fica com 10 por cento nas mais-valias numa possível transferência futura).

O restante será repartido pelo Villarreal, anterior clube do internacional sub-21 luso, e pelo empresário que intermediou o negócio.

O líder da SAD do Belenenses considerou que a transferência de Edgar Ié, que representou Portugal no último Europeu de sub-21, é o resultado de "uma valorização extraordinária de um grande jogador", que chegou ao Restelo em janeiro deste ano.

"Foi-nos aconselhado pelo Rui Jorge [treinador da seleção portuguesa de sub-21 e antigo treinador dos 'azuis'], a quem tenho de agradecer. Apostámos no Edgar Ié e foi uma aposta muito feliz", referiu à agência Lusa.

Rui Pedro Soares confirmou que esta é a "maior transferência de sempre" do Belenenses e admitiu que a saída do defesa "era inevitável", tendo em conta que "houve sete clubes que manifestaram interesse concreto", entre os quais "clubes alemães e um outro francês".

Edgar Ié no momento da partida para Lille © Fornecido por O jogo Edgar Ié no momento da partida para Lille

"O Edgar Ié pediu-nos para aceitarmos a proposta do Lille, no domingo. Era essa a sua vontade e tudo se conjugou. Esta foi a proposta mais alta. Temos uma situação financeira estável e não estávamos pressionados por questões de tesouraria", disse.

O presidente da SAD afirmou que o valor recebido será utilizado "para investir na equipa e outra parte servirá para amortizar o passivo", o qual poderá ser eliminado antes do prazo previsto pela administração da sociedade anónima.

"Quando entrámos, tínhamos um passivo de 10 milhões de euros e propusemos eliminá-lo em sete anos, ou seja em fevereiro de 2020. Esta venda permite-nos confiar que vamos conseguir cumprir mais este objetivo e até o poderemos antecipar", assumiu.

Rui Pedro Soares revelou ainda que vão chegar mais "quatro jogadores" ao plantel comandado por Domingos Paciência, entre os quais "um central e um ponta de lança", ao mesmo tempo que confirmou que Rodrigo Defendi, hoje veiculado na impressa como estando a caminho do Restelo, faz parte de "uma lista com cinco nomes de defesas centrais".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon