Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Edite Estrela critica jornalistas que "colaram" PS à opinião de Simões Ilharco

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/10/2017 Administrator

A dirigente socialista Edite Estrela acusou hoje "profissionais da comunicação social" de terem tentado "colar" a posição oficial do PS à opinião do jornalista reformado Simões Ilharco sobre a atuação do Presidente da República.

"O editorial e o artigo de opinião (ou crónica) são ambos géneros jornalísticos informativos e opinativos. Mas, enquanto o editorial é da responsabilidade da direção de um órgão de comunicação social e exprime a opinião desse meio, o artigo de opinião refere factos que são interpretados pelo respetivo autor e da sua exclusiva responsabilidade", refere a deputada Edite Estrela, no editorial que será hoje publicado pelo jornal oficial do PS, "Ação Socialista".

Qualquer "aluno aspirante a jornalista é capaz de fazer a destrinça logo nos primeiros anos do curso", acrescenta Edite Estrela, que dirige o "Ação Socialista".

Edite Estrela, presidente da Comissão Parlamentar de Cultura e Comunicação, começa por lamentar que alguns órgãos de comunicação social tenham caracterizado o artigo escrito por Simões Ilharco contra o teor da comunicação ao país feita pelo Presidente da República, na sequência dos incêndios que deflagraram no dia 15 de outubro, como sendo o editorial do 'Ação Socialista'.

Contudo, a deputada socialista diz não ser sua intenção "dar lições de ciências da comunicação a ninguém".

"Sinto-me, todavia, obrigada a clarificar os conceitos e distinguir os géneros para concluir que não é aceitável que profissionais da comunicação social os confundam. Se o fazem, é deliberadamente. Foi intencional a tentativa de colar o PS à opinião independente de Simões Ilharco, ex-jornalista, não militante do partido, que livremente escolhe os assuntos, interpreta os factos e exprime os seus pontos de vista sem qualquer condicionalismo que não o do espaço", afirma a diretora do jornal oficial do PS.

No mesmo editorial, Edite Estrela refere ainda que lhe confrange que "o culto da liberdade cause estranheza a profissionais da comunicação social", numa alusão à controvérsia em torno do facto de a direção do jornal oficial do PS ter autorizado a publicação do artigo de Simões Ilharco.

"Significará isso que os jornalistas se sentem hoje mais condicionados por outros critérios que não os exclusivamente jornalísticos? Espero que não", acrescenta a antiga presidente da Câmara de Sintra.

Num artigo de opinião publicado no "Ação Socialista", Simões Ilharco escreveu que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, "exorbitou" os seus poderes, revelando "demagogia e populismo".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon