Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Eleições do Braga: Peixoto fala em "falta de respeito" de Salvador

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/05/2017 João Cardoso

Candidato à presidência do Braga não gostou de ver António Salvador a anunciar Custódio

António Pedro Peixoto garante que nutre um "grande carinho" por Custódio, mas considera que o timing do anúncio da contratação do médio, para reforçar a estrutura técnica da SAD, é apenas um "ato eleitoralista".

© Gonçalo Delgado

"Sempre admirei o Custódio e foi um dos poucos jogadores que foram ao meu jogo de despedida, juntamente com o Alan. Sempre nos demos bem, identifico-me com ele e tenho a certeza de que será uma mais-valia para o clube. Independentemente disso, António Salvador mostrou, mais uma vez, um enorme desrespeito pelo ato eleitoral, ao celebrar um contrato com um jogador, agora treinador, a apenas dez dias das eleições. Ele diz que o clube não pode parar, mas alguém acredita que o Custódio não esperava mais dez dias para assinar? Eu tenho a certeza de que ele esperava. No fundo, este anúncio foi mais um ato de campanha", afirmou, a O JOGO, o concorrente de António Salvador às eleições do próximo dia 27 de maio.

António Pedro Peixoto revelou ainda a intenção de criar o "Caminho dos Guerreiros", um percurso pedonal, marcado pelo símbolo do clube, para as pessoas se deslocarem desde o centro da cidade até ao Estádio Municipal nos dias de jogos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon