Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Eleitores de Macau vão começar a receber informações sobre assembleias de voto

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/08/2017 Administrator

A Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa (CAEAL) de Macau vai enviar, a partir de hoje, informações aos eleitores sobre os locais de votação para as legislativas de setembro, foi anunciado.

Em conferência de imprensa, o presidente da CAEAL, o juiz Tong Hio Fong, sublinhou que os eleitores devem "observar as indicações no aviso [que vão receber] sobre os locais de votação", lembrando que os mesmos podem ter sido alterados apesar de os cidadãos manterem a mesma residência.

Caso existam dúvidas, os eleitores podem contactar os serviços por telefone, deslocar-se diretamente ao centro de informação sobre os assuntos eleitorais ou usar quiosques automáticos existentes nos Serviços de Identificação ou nos Serviços de Administração da Função Pública, acrescentou.

Tong Hio Fong repetiu que as candidaturas devem cumprir a lei eleitoral, sublinhando que a CAEAL "não proíbe todas as conversas sobre eleições", mas os candidatos devem "conhecer a lei e saber o que podem, ou não, fazer".

"Não proibimos os cidadãos de falar do assunto [das eleições] com amigos (...) o objetivo é não influenciar os eleitores", disse.

A CAEAL proibiu os candidatos às eleições legislativas de 17 de setembro de fazerem propaganda eleitoral entre 03 de agosto último e 02 de setembro, data em que se inicia a campanha eleitoral.

Entretanto, Tong Hio Fong indicou que a assembleia de apuramento geral definou já "a qualificação de votos válidos e nulos".

A CAEAL informou ainda terem sido disponibilizados, este ano, 23 locais para afixação propaganda eleitoral, mais três do que nas eleições anteriores, e 19 lugares públicos para fins de campanha eleitoral das candidaturas, também mais três do que em 2013.

Na próxima semana vai decorrer o sorteio da utilização destes locais pelas candidaturas, indicou.

A Assembleia Legislativa é composta por 33 deputados, dos quais 14 eleitos por sufrágio universal e 12 por sufrágio indireto (através de associações), além de sete posteriormente nomeados pelo chefe do Executivo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon